The Shattered Reason in A maçã no escuro.

  • Mona Lisa Bezerra Teixeira Universidade de São Paulo

Abstract

The Shattered Reason in A maçã no escuro. The apple in the dark by Clarice Lispector, tells the story of Martin, a statisctical man, throughout sparing information. Martin, a frustrated and withdrawn hero, believes he has committed a crime: the murdering of his wife. In an extreme situation of isolation, he reveals a problematization immersed in an accommodation to the social order. If in the 19th century the hero in conflict appears in his wholeness, from the first decades of the 20th century on the extreme characterization of this hero will achieve a more drastic situation.


Author Biography

Mona Lisa Bezerra Teixeira, Universidade de São Paulo
Mona Lisa Bezerra Teixeira - doutora em Teoria da Literatura - USP, atualmente em pós-doutorado pela UERN - Universidade do Estado do Rio Grande do Norte - Pau dos Ferros - RN, publicou O orvalho áspero de Clarice Lispector, João Pessoa-PB: Editora Ideia, 2011.

References

Adorno T.W. (2003), Notas de literatura I, tradução de Jorge de Almeida, São Paulo, Duas Cidades, Editora 34.

Agambem G. (2005), Infância e história, tradução de Henrique Burigo, Belo Horizonte, Editora UFMG.

Auerbach E. (1976), Mimesis. A representação da realidade na literatura ocidental, tradução de George Bernard Sperber, São Paulo, Perspectiva.

Elias N. (1994), A sociedade dos indivíduos, tradução de Renato Janine Ribeiro, Rio de Janeiro, Jorge Zahar.

FryeN. (1979), Anatomia da crítica, tradução de Péricles Eugênio da Silva Ramos, São Paulo, Cultrix.

Gagnebin J.M. (2006), Lembrar escrever esquecer, São Paulo, Editora 34.

Lispecto C. (1998), A maçã no escuro, Rio de Janeiro, Rocco.

Lukács G. (2000), A teoria do romance, tradução de José Marcos Mariani de Macedo, São Paulo, Duas Cidades; Editora 34.

Nunes B. (1995), O drama da linguagem, São Paulo, Ática.

Nunes B. (2009), O dorso do tigre, São Paulo, Editora 34.

Rosenfeld A. (1976), Texto/contexto, São Paulo, Perspectiva.

Watt I. (1990), A ascensão do romance, tradução de Hildegard Feist, São Paulo, Companhia das Letras.

Published
2014-12-30
Section
ItINERARI